Divulga�óo

A revitaliza�óo da Esta�óo Ferroviária de Santa Bárbara será oficialmente entregue neste domingo, em evento aberto ao público, com apresenta�óo da Orquestra Filarm�nica Maestro Paulo Bellan

A Estação Ferroviária de Santa Bárbara d’Oeste chega neste domingo aos 102 anos. Em 14 de junho de 1917, foi inaugurado o Ramal Ferroviário Nova Odessa-Santa Bárbara. Foi levantanda do zero, no final da Rua Dona Margarida em um terreno doado à Companhia Paulista pelo coronel Jose Grabriel de Oliveira e Souza, Capitão Joaquim Veríssimo de Oliveira e alguns outros. Lá, não só o prédio da estação foi construído. O terreno também ganhou casas para abrigar o chefe e demais funcionários. Já havia planos de construção desse ramal desde o final do século XIX, mas a Cia. Paulista só iniciou a obra efetivamente em 1913. Partindo de Recanto — estação depois de Nova Odessa —, a linha férrea levou quatro anos para chegar à terra da Dona Margarida. O trecho entre Santa Bárbara e Piracicaba foi concluído em 1922, quando foram inauguradas as estações de Caiubi, Tupi e Piracicaba. No entanto, a vida útil da ferrovia para o transporte de passageiros foi relativamente curta. A última viagem de passageiros aconteceu no dia 20 de fevereiro de 1977. A partir daí, a ferrovia passou a servir para o transporte de cargas até 1995, quando então foi desativada. Pouco antes, no mesmo ano da criação da Constituição Brasileira, em 1988, o espaço passou servir como Rodoviária da cidade, onde funcionou até 1999. Avançando no tempo, em 14 de dezembro de 2007 foi inaugurada a Estação Cultural, produto de uma área revitalizada pertencente à Rede Ferroviária Federal S/A, cedidos para uso da Fundação Romi, por meio do termo de Cessão de Uso de Imóvel, assinado pelas partes em 05 de abril de 2005. Comemoração Em comemoração aos 102 anos, está sendo inaugurada a revitalização da Estação Cultural e seu novo Memorial da Ferrovia. Apresentado pelo Ministério da Cidadania, por meio da Secretaria Especial da Cultura, e patrocínio das Indústrias Romi, pela Lei Federal de Incentivo à Cultura, o projeto “Preservação e Difusão do Patrimônio Ferroviário de Santa Bárbara d’Oeste” é uma iniciativa da Fundação Romi que visa preservar a história da Estação Ferroviária. O trabalho de pesquisa, checagem e revisão histórica da estação ferroviária, além do projeto expográfico do novo espaço, que traz uma narrativa fluida, desde a chegada do ramal ferroviário, sua instalação, até a revitalização da edificação e sua conversão em um centro plural e multicultural, foi feita pela equipe técnica Centro de Documentação Histórica (CEDOC) da Fundação Romi, com supervisão de sua Coordenadora, a Historiadora Sandra Edilene Souza Barboza. “Com o novo Memorial incentivaremos a população local e regional a conhecer a história da ferrovia e sua importância para o desenvolvimento da cidade e da região. Conseguiremos, mais efetivamente, continuar com a conservação da estação ferroviária de Santa Bárbara”, explica Sandra. A solenidade de hoje, coordenada pelo anfitrião Vainer Penatti, superintendente da Fundação Romi, será aberta ao público e acontece às 10h, no vão livre da Estação, com a apresentação da Orquestra Filarmônica Maestro Paulo Bellan. “Foram investidos R$122.000,00 destinados à realização de serviços de manutenção e conservação, com o propósito de prolongar o tempo de vida da edificação, seu bom funcionamento e uso. O projeto também modernizou o Memorial da Ferrovia, com o intuito de difundir a história da ferrovia e sua importância para o desenvolvimento socioeconômico e cultural da cidade e região”, conta Vainer Penatti. Também hoje, o espaço recebe a Estação Artesanal, que é uma feira de arte, cultura e gastronomia. Das 8h ao meio-dia, a população acompanha a exposição e comercialização dos trabalhos de mais de 50 artistas e artesãos.   Serviço Mais informações acerca da programação da Estação Cultural da Fundação Romi, oficinas, eventos e inscrições podem ser obtidas pelo site www.fundacaoromi.org.br/estacaocultural ou pelos telefones (19) 3455-4830 e 3455-4833. A Estação Cultural da Fundação Romi fica à Av. Tiradentes, 02, Centro, Santa Bárbara d’Oeste.