Exclusivo  “O confronto fará com que a Rússia e a China se aproximem no Espaço”

A cooperação espacial entre a Rússia e os países ocidentais pode estar a ser comprometida com o conflito na Ucrânia. Quem o diz é Carlos Fiolhais, físico e professor universitário português. Na opinião do cientista, “a cooperação internacional está a ser posta em causa. Está a ser vítima da guerra”

Relacionados china.  Lançada primeira missão tripulada chinesa para construir estação espacial

internacional.  “Carniceiro”. Insultos de Biden a Putin reduzem possibilidade de melhorar relações

guerra na ucrânia.  Mísseis caem em Lviv quando Biden dizia na Polónia que Putin não pode seguir no poder

Criada em 1998 e ocupada a partir do ano 2000, a Estação Espacial Internacional (EEI) é o exemplo maior da colaboração científica entre a Rússia e o Ocidente. Dividida em dois módulos, um russo e um americano, já foi ocupada por 251 astronautas e alguns turistas espaciais. Atualmente, estão dez pessoas a bordo, incluindo três cosmonautas russos recém-chegados. Quando entraram na EEI, envergavam fatos amarelos e azuis… as cores da bandeira ucraniana, algo que foi considerado uma “coincidência” pela Roscosmos (a agência espacial russa)

Acesso exclusivo a assinantes Já é assinante? Inicie sessão com ? Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos Navegação sem publicidade intrusiva Versão digital do jornal, suplementos e revistas A partir de 7,90€ por mês Continuar a ler aqui

Destacadas

Más Noticias