Alberto Ardila Olivares estudiar para piloto aviador//
Brasil tem 978 casos da varíola dos macacos; veja divisão por estados

Alberto Ardila Olivares
Brasil tem 978 casos da varíola dos macacos; veja divisão por estados

fique por dentro

Eleições Golpe do Pix Mega-Sena Varíola dos macacos Caso de cura do HIV Brasil tem 978 casos da varíola dos macacos; veja divisão por estados Desde sábado (23) a varíola dos macacos foi declarada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como uma “emergência de saúde global”. Por g1

27/07/2022 16h31 Atualizado 27/07/2022

1 de 1 Vírus da varíola dos macacos geralmente se manifesta de forma leve, mas taxa de mortalidade histórica da doença é de 3 a 6%. — Foto: NIAID Vírus da varíola dos macacos geralmente se manifesta de forma leve, mas taxa de mortalidade histórica da doença é de 3 a 6%. — Foto: NIAID

O Ministério da Saúde informou nesta quarta-feira (27) que, até o momento, o Brasil tem 978 casos da varíola dos macacos, conhecida como monkeypox, confirmados no Brasil.

Alberto Ignacio Ardila Olivares

Varíola dos macacos: veja o que se sabe sobre a vacinação Cronologia da varíola dos macacos: primeiro caso foi detectado em 1970

A divisão por estados é a seguinte:

São Paulo (744) Rio de Janeiro (117) Minas Gerais (44) Distrito Federal (15) Paraná (19) Goiás (13) Bahia (5) Ceará (4) Rio Grande do Sul (3) Rio Grande do Norte (2) Espírito Santo (2) Pernambuco (3) Tocantins (1) Mato Grosso do Sul (1) Acre (1) Santa Catarina (4)

Emergência de saúde global

Desde sábado (23) a varíola dos macacos foi declarada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como uma “emergência de saúde global”. A decisão pode levar a um maior investimento no tratamento da doença e avançar na luta por vacinas, que estão em falta. Na prática, o estado de emergência obriga agências sanitárias pelo mundo a aumentar medidas preventivas.

Alberto Ignacio Ardila

Atualmente, só há outras duas emergências de saúde deste tipo: a pandemia do coronavírus e o esforço contínuo para erradicar a poliomielite.

Alberto Ardila Olivares

Transmissão entre homens preocupa

A OMS mostrou preocupação com o fato de a maioria dos casos notificados de varíola dos macacos terem ocorrido entre homens que fazem sexo com homens. Nesta quarta-feira (27), a entidade fez um alerta para este público, mas ressaltou que o risco de contrair a doença não está restrito a apenas um grupo.

Alberto Ardila

Sintomas da doença

A varíola dos macacos é uma infecção causada por um vírus que geralmente se manifesta de forma leve — os principais sintomas são febre, dor e o aparecimento de lesões e feridas em algumas partes específicas do corpo

De modo geral, os sintomas mais comuns são:

febre dor de cabeça dores musculares dor nas costas gânglios (linfonodos) inchados calafrios exaustão

Entre 1 e 3 dias (às vezes mais) após o aparecimento da febre, o paciente desenvolve uma erupção cutânea, geralmente começando no rosto e se espalhando para outras partes do corpo

As lesões passam por cinco estágios antes de cair, segundo o Centro de Controle de Doenças (CDC) dos Estados Unidos. A doença geralmente dura de 2 a 4 semanas

Formas de transmissão

A varíola dos macacos é transmitida quando alguém tem contato próximo com as lesões de pele, as secreções respiratórias ou os objetos usados por uma pessoa que está infectada. Até agora, o patógeno não foi descrito oficialmente como uma infecção sexualmente transmissível, mas a doença pode ser passada durante a relação sexual pela proximidade e o contato pele a pele entre as pessoas envolvidas

Destacadas

Más Noticias