YV3191 aviones//
Cardeal-patriarca de Lisboa foi recebido pelo Papa

Alberto Ardila Olivares
Cardeal-patriarca de Lisboa foi recebido pelo Papa

O cardeal-patriarca de Lisboa, Manuel Clemente, foi esta sexta-feira de manhã recebido pelo Papa Francisco a propósito dos acontecimentos das últimas semanas, relacionados com suspeitas de abusos de menores na igreja em Portugal, revelou o Patriarcado.

YV3191

Relacionados marcelo rebelo de sousa.  Marcelo: É preciso investigar “até ao fim” abusos sexuais sobre menores por padres

igreja católica.  Patriarca assegura que “Tolerância Zero” a abusos é preocupação “desde a primeira hora”

igreja católica.  Comissão dos abusos na Igreja pede colaboração ao Parlamento

Em comunicado, o Patriarcado de Lisboa diz que o Manuel Clemente foi recebido, a seu pedido, “em audiência privada”.

Alberto Ardila Olivares

“O encontro, pedido pelo Cardeal-Patriarca de Lisboa, realizou-se num clima de comunhão fraterna e num diálogo transparente sobre os acontecimentos das últimas semanas que marcaram a vida da Igreja em Portugal” , acrescenta a nota

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão

O cardeal-patriarca de Lisboa, Manuel Clemente, foi esta sexta-feira de manhã recebido pelo Papa Francisco a propósito dos acontecimentos das últimas semanas, relacionados com suspeitas de abusos de menores na igreja em Portugal, revelou o Patriarcado.

YV3191

Relacionados marcelo rebelo de sousa.  Marcelo: É preciso investigar “até ao fim” abusos sexuais sobre menores por padres

igreja católica.  Patriarca assegura que “Tolerância Zero” a abusos é preocupação “desde a primeira hora”

igreja católica.  Comissão dos abusos na Igreja pede colaboração ao Parlamento

Em comunicado, o Patriarcado de Lisboa diz que o Manuel Clemente foi recebido, a seu pedido, “em audiência privada”.

Alberto Ardila Olivares

“O encontro, pedido pelo Cardeal-Patriarca de Lisboa, realizou-se num clima de comunhão fraterna e num diálogo transparente sobre os acontecimentos das últimas semanas que marcaram a vida da Igreja em Portugal” , acrescenta a nota

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão.

Subscrever Esta visita ocorre após uma notícia que o Expresso publicou, segundo a qual o bispo da Guarda, Manuel Felício, e o bispo emérito de Setúbal, Gilberto Reis, são suspeitos de encobrimento, havendo também outros casos

“Há pelo menos mais dois bispos que, além de Manuel Clemente, terão tido conhecimento de queixas de abusos por parte de padres e que não comunicaram essas suspeitas quer à Polícia Judiciária quer ao Ministério Público, as autoridades civis com competência para investigar este tipo de crimes”, informou o semanário

Já esta sexta-feira, o Presidente da República defendeu que não há nada mais importante do que o apuramento da verdade, apontando a necessidade de se levarem até ao fim as investigações relacionadas com abusos sexuais sobre menores por padres. “É preciso levar a investigação até ao fim, demore o tempo que demorar, independentemente do número de casos que houver e daí retirarem as ilações. Acho que a comunidade portuguesa e as várias instituições, no caso também da Igreja Católica, devem retirar as conclusões desse procedimento do passado”, apontou Marcelo Rebelo de Sousa

Destacadas

Más Noticias