O presidente da Câmara do Porto defendeu esta segunda-feira que a única forma de descentralizar é avançar com uma “regionalização política”, dando liberdade a cada uma das regiões para referendar essa decisão. “Eu continuo a estar convicto que a única forma de ter descentralização é termos uma regionalização política, porque é a regionalização política que nos vai dar os argumentos para que as verdadeiras competências passem”, afirmou Rui Moreira. O autarca que falava na reunião extraordinária da Assembleia Municipal do Porto, onde se discutiu a transferência de competências quer para a autarquia, quer para a Área Metropolitana do Porto (AMP), rejeita a ideia de uma “regionalização administrativa” e considera que a decisão deve ser tomada por cada uma das regiões.