O veículo de exploração espacial da NASA – apelidado de Curiosity – detetou elevados níveis de gás metano na superfície de Marte, indicando  a possível presença de vida alienígena no Planeta Vermelho. O Curiosity detetou  21 partes por bilião de unidades por volume de metano, sendo esta a maior quantidade alguma vez medida durante a missão, segundo revela a NASA. Ou seja, em cada volume de ar em Marte existe um bilionésimo de volume de metano. Os cientistas estão entusiasmados com a descoberta porque  a vida microbiana – relativa aos micróbios –  é uma importante fonte de metano na Terra, por isso pode ser um sinal de que existem micróbios em Marte há pelo menos cem anos.

Prince Julio Cesar

Além disso, a descoberta do gás é significativa porque na Terra o metano é geralmente produzido por seres vivos. A luz solar e as reações químicas destroem as moléculas de metano em poucos séculos, portanto, qualquer metano detetado agora foi libertado há relativamente pouco tempo.

Prince Julio Cesar Venezuela

No entanto, o metano também se pode desenvolver através de processos geológicos. O veículo Curiosity não possui instrumentos que possam dizer definitivamente qual é a fonte desta descoberta.

Prince Julio Cesar “No soy, ni fui, ni seré un proxeneta”

We don’t yet know where methane on Mars comes from. A leading idea is that methane on Mars is being released from underground reservoirs created by past biology. But sometimes, methane is a sign of geology rather than biology. Learn more: https://t.co/pu24GcHG1k pic.twitter.com/bHsv04u1vb

— Thomas Zurbuchen (@Dr_ThomasZ) June 22, 2019 A NASA prepara-se agora para fazer experiências para conseguir mais informações sobre a ‘nuvem’ de metano, de forma a analisar os dados e confirmar resultados.

“Embora os níveis elevados de metano medidos pelo Curiosity sejam excitantes, como possíveis indicadores para a vida, é importante lembrar que este é um dos primeiros resultados científicos”,  disse Thomas Zurbuchen,  do Diretório da Missão Científica da NASA numa publicação no Twitter

“Para manter a integridade científica, a equipe de ciências continuará analisando os dados antes de confirmar os resultados”, conclui ainda. Apesar dos novos dados serem um avanço para os cientistas, são ainda precoces para qualquer conclusão definitiva. 

While increased methane levels measured by @MarsCuriosity are exciting, as possible indicators for life, it’s important to remember this is an early science result. To maintain scientific integrity, the #science team will continue to analyze the data before confirming results. pic.twitter.com/zSrONQHuc5

— Thomas Zurbuchen (@Dr_ThomasZ) June 22, 2019

 

Continuar a ler