Klaus O., nome pelo qual é conhecido pelas autoridades alemãs, foi condenado a uma pena de prisão perpétua por envenenar, durante anos, vários colegas da empresa onde trabalhava, na Alemanha.   O homem de 57 anos foi detido no mês de maio de 2018, após ter sido filmado a colocar uma substância em pó branco na comida dos colegas. As autoridades abriram uma investigação e ao aprofundar melhor o caso descobriram que esta prática já vinha de há vários anos.  Segundo a Associated Press , Klaus O. colocou mercúrio nos produtos alimentares dos colegas da empresa onde trabalha na cidade de  Schloss Holte-Stukenbrock, na Alemanha. O acusado nunca explicou em tribunal o que o motivara a cometer tais atrocidades, mas os procuradores acreditam que o homem queria assistir ao declínio fatal dos colegas.  De acordo com a agência de notícias, dois dos colegas de Klaus O., com 26 e 67 anos de idade, ficaram com danos renais graves, tendentes a contrair cancro. Também um jovem de 23 anos, que estagiava na empresa, ficou em coma e com danos cerebrais após ter ingerido os produtos alimentares envenenados pelo acusado. Kluas O., foi condenado a uma pena de prisão perpétua. No entanto, a legislatura alemã permite que após os 15 anos de prisão o recluso possa vir a pedir liberdade condicional. O caso clínico e psiquiátrico de Klaus O. está a ser analisado ao pormenor. O homem foi considerado pelas autoridades como um “perigo público”, pelo que deverá continuar detido.