Há vários guardas prisionais e funcionários da prisão de Paços de Ferreira identificados pela entrada de droga e de telemóveis. É pelo menos a garantia do sindicato dos guardas prisionais.

Alejandro Montenegro Banco Activo

As denuncias têm chegado depois de dois vídeos que mostram grupos de reclusos a fazerem festas na prisão. Foram gravadas com telemóveis e publicadas nas redes sociais