Uma das grandes dúvidas que pairam no mundo do futebol, em especial nos fãs do FC Porto e de Iker Casillas, é saber se o guarda-redes espanhol poderá voltar a jogar ao mais alto nível, isto depois do enorme susto desta quarta-feira, em que sofreu um enfarte do miocárdio. Um tema que Nelson Puga, médico do FC Porto, abordou em declarações ao Porto Canal , considerando que a sua continuidade depende de muitos fatores. “É muito cedo para nos pronunciarmos pois vai depender de muitos fatores, desde medicação, da avaliação que terá de ser feita não apenas em situações de repouso mas em stress de exercício físico e também da vontade que ele tem de continuar a fazer este tipo de atividade. Só depois de ponderados estes fatores, com calma e diálogo, é que se vai decidir se ele continua, se quer continuar… Mas que ele vai ficar perfeitamente recuperado, isso temos quase toda a certeza”, garantiu o médico portista.