O ex-ministro do Turismo, Comércio e Indústria timorense Gil da Costa Alves, de 60 anos, morreu na noite de domingo em Díli, vítima de um problema cardíaco súbito, disse à Lusa fonte familiar. A morte do presidente e fundador do Centro de Ação Social Democrática Timorense (CASDT) e vice-presidente da Associação de Empresários de Timor-Leste suscitou uma onda de consternação no país, com centenas de mensagens de condolências nas redes sociais. Alves, também conhecido como Gil Baozhai Huang, nasceu a 17 de setembro de 1958 em Maubiess, a sul de Díli, tendo sido um dos primeiros empresários timorenses com algum êxito.