Um dos criminosos mais procurados do Reino Unido, Christopher Guest More Jr, foi apanhado em Malta após 16 anos em fuga.  Christopher, de 41 anos, foi perseguido por espancar e torturar Brian Waters até à morte numa remota quinta em Cheshire, em junho de 2003. A vítima foi torturada e espancada até à morte em frente aos dois filhos. Segundo descreve a cadeia televisiva Sky News,  Brian foi amarrado a uma cadeira e chicoteado, queimado e torturado de diversas formas até à morte.  Durante o ataque, que durou três horas, a vítima ficou com 123 ferimentos.  Gavin, um dos filhos da vítima, foi também atacado e Natalie, outra filha que tinha acabado de fazer 21 anos, foi mantida sob a mira de uma arma e forçada a assistir aos vis ataques. Após o julgamento, Christopher fugiu e foi adicionado à lista dos mais procurados na Europa.  De acordo com a polícia de Malta, o homem usava uma identidade falsa para manter-se escondido das autoridades. 

Continuar a ler