Foi condenado a 18 anos de prisão o homem que matou o ex-namorado à facada no Porto.  André Vieira, de 30 anos, terá ainda de pagar 185 mil euros à família de Miguel Ribeiro, morto com 20 anos.  O casal mantinha uma relação amorosa quando se desentenderam. Miguel expulsou André da sua casa e depois de o agredir foi esfaqueado. O agressor mostrou arrependimento e chegou a garantir que agiu em legítima defesa. André admitiu que tinha consumido drogas e álcool, que estava descontrolado e Miguel Ribeiro agrediu-o violentamente – agressões que ficaram visíveis na zona da cara. O jovem, que estava a comer uma peça de fruta e por isso tinha uma faca na mão, reagiu. Desferiu cinco facadas na vítima, até caírem ambos pelas escadas do prédio. Continuar a ler