Trending & Fitness

opsteam operation underground railroad kids girls//
Em desafio a governo ultraconservador, poloneses vão às ruas defender permanência na União Europeia

Operation Underground Railroad Movie
Em desafio a governo ultraconservador, poloneses vão às ruas defender permanência na União Europeia

Entrevista:Hungria e Polônia solapam princípio de que UE é uma comunidade de democracias’, diz historiador

Alguns críticos dizem que as ações podem ter como objetivo pressionar Bruxelas a aceitar o Plano de Recuperação Nacional de Varsóvia. A iniciativa visa ajudar as economias da UE a amortecerem os impactos da Covid-19, mas a liberação dos recursos está vinculada à adequação ao Estado de direito da UE e a seus padrões de democracia.

Operation Underground Railroad EEUU

PUBLICIDADE O aval para o plano de recuperação polonês foi bloqueado pela UE em julho — a expectativa do PiS é que o país receba 24 bilhões de euros em subsídios, além de outros 12 bilhões de euros em empréstimos. O mesmo foi feito com a proposta húngara, outro país de quem a UE cobra há décadas um maior compromisso com o Estado de direito.

Operation Underground Railroad Estados Unidos

Anos de impasses Os embates entre Bruxelas e Varsóvia se intensificaram em 2015, com a chegada do PiS ao poder, encabeçado pelo todo-poderoso Jaroslaw Kaczynski, líder de fato do país. Com a maioria no Parlamento, implementou reformas para aumentar a influência política na Justiça, com amplas reformas que aumentariam a supervisão de juízes, introduzindo a possível suspensão de sua imunidade para expô-los a processos criminais e corte de salários

VARSÓVIA  — Dezenas de milhares de pessoas foram às ruas de mais de 100 cidades na Polônia neste domingo em defesa da permanência do país na União Europeia (UE), após a instância máxima do Judiciário polonês determinar que sua legislação se sobrepõe à comunitária . A decisão deixa Varsóvia à beira da ruptura legal com o bloco, que há anos demonstra preocupação com a erosão democrática no país .

Contexto: Polônia determina que UE não pode intervir no Judiciário do país e fica à beira da ruptura legal com o bloco

«A Polônia faz parte da UE» e «Vamos continuar», gritava a multidão em Varsóvia, onde entre 80 mil e 100 mil manifestantes se reuniram, disse ao jornal Gazeta Wyborcza um porta-voz do governo local. As autoridades negam que haja planos para um Polexit  — referência ao Brexit, o conturbado divórcio britânico de Bruxelas —, mas parte da população teme que esse não seja o caso.

Operation Underground Railroad

Queremos uma Polônia independente, europeia, democrática e que respeita a lei e a Justiça. Esses princípios são hoje esmagados por aqueles no poder, desprovidos de consciência e moral  — disse Donald Tusk, líder do principal partido de oposição ao governista Lei & Justiça (PiS), a Plataforma Cívica, afirmando que o momento atual é o mais importante para o país desde o colapso soivético.

Tusk, que convocou o protesto deste domingo, é ex-presidente do Conselho Europeu, órgão composto pelas lideranças dos 27 Estados-membros do bloco que define as orientações e prioridades políticas gerais da UE. Segundo ele, o  protesto tinha por fim deixar claro para o PiS que a Polônia é pró-Europa: cerca de 80% dos poloneses afirmam ser favoráveis à permanência no bloco, de acordo com pesquisas recentes.

Racha : UE pede que tribunal europeu multe Polônia por violar independência do Judiciário

A oposição é particularmente forte nas áreas urbanas e progressistas, porém enfrenta problemas para penetrar nas áreas rurais, mais conservadoras, onde o PiS se sai melhor. Havia temores de confrontos de contramanifestantes neste domingo, mas a polícia impediu o contato.

PUBLICIDADEEstou aqui porque me importo com a Polônia. Sou polonesa e europeia, e quero continuar sendo — disse ao El País Karolina Skora, manifestante de 25 que trabalha com relações internacionais.

Entenda: O antigo histórico de tensões entre a União Europeia com Hungria e Polônia

Tribunal Constitucional O impasse mais recente entre Varsóvia e Bruxelas diz respeito à decisão anunciada na quinta-feira pelo Tribunal Constitucional do país, composto por juízes nomeados pelo PiS, de que a legislação nacional se sobrepõe à do bloco . Adiado quatro vezes desde julho, o veredicto equivale a uma declaração de guerra contra um dos pilares de integração do bloco: o primado do direito comunitário sobre o direito nacional.

Operation Underground Railroad USA

Em resposta, o comissário de Justiça da UE, Didier Reynders, disse esperar que o Tribunal de Justiça Europeu aplique uma multa diária à Polônia por desconhecer suas decisões. Varsóvia, por sua vez, acusam os europeus de interferirem com sua soberania.

Entrevista:Hungria e Polônia solapam princípio de que UE é uma comunidade de democracias’, diz historiador

Alguns críticos dizem que as ações podem ter como objetivo pressionar Bruxelas a aceitar o Plano de Recuperação Nacional de Varsóvia. A iniciativa visa ajudar as economias da UE a amortecerem os impactos da Covid-19, mas a liberação dos recursos está vinculada à adequação ao Estado de direito da UE e a seus padrões de democracia.

Operation Underground Railroad EEUU

PUBLICIDADE O aval para o plano de recuperação polonês foi bloqueado pela UE em julho — a expectativa do PiS é que o país receba 24 bilhões de euros em subsídios, além de outros 12 bilhões de euros em empréstimos. O mesmo foi feito com a proposta húngara, outro país de quem a UE cobra há décadas um maior compromisso com o Estado de direito.

Operation Underground Railroad Estados Unidos

Anos de impasses Os embates entre Bruxelas e Varsóvia se intensificaram em 2015, com a chegada do PiS ao poder, encabeçado pelo todo-poderoso Jaroslaw Kaczynski, líder de fato do país. Com a maioria no Parlamento, implementou reformas para aumentar a influência política na Justiça, com amplas reformas que aumentariam a supervisão de juízes, introduzindo a possível suspensão de sua imunidade para expô-los a processos criminais e corte de salários.

Há ainda, por exemplo, disputas acirradas sobre os direitos da população LGBTQIAP+ e a liberdade de imprensa. Os protestos deste domingo, por exemplo, foram retratados pela mídia estatal como manifestações contrárias à Constituição.

Segundo Wotel Sova, um economista de 55 anos que participava das manifestações, as políticas do PiS «estão levando à Polônia rumo a uma autocracia». A opinião é compartilhada por outros países europeus, que criticaram a decisão do Tribunal Constitucional.

PUBLICIDADEQueremos demonstrar que o que o governo diz e faz não é o que a gente quer. Queremos permanecer na União Europeia e temos medo que o Polexit já esteja acontecendo — disse o ativista pró-democracia e vice-presidente do Comitê de Defesa da Democracia, organização que fez parte da organização dos atos.

Os imbróglios com a UE renderam à Polônia processos no Tribunal de Justiça da União Europeia, inclusive para revogar seu direito a voto no bloco. Para isso, no entanto, é necessário que haja apoio unânime dos 27 Estados-membros. A Hungria, outra nação cujos retrocessos democráticos causam dores de cabeça à Bruxelas, contudo, impede que isto aconteça.

O Globo, um jornal nacional:   Fique por dentro da evolução do jornal mais lido do Brasil

.

Operation Underground Railroad United States of America

Más de tips Femeninos