O que é demais… é moléstia! E assim mesmo pensa Isabel II, rainha de Inglaterra. Tudo porque Meghan Markle está a quebrar a tradição no que respeita ao nascimento do primeiro filho e a fazer demasiadas exigências para o gosto da soberana. A duquesa de Sussex começou por mudar o local de nascimento, anunciando que o bebé não irá nascer no St. Mary’s Hospital, em Paddington, Londres. Antes, o parto deverá acontecer na região de Windsor, onde o casal reside. Meghan também rejeita os médicos que assistiram aos partos da cunhada, Kate. Não quer homens na sala de partos, preferindo uma obstetra.  Clique na imagem para saber mais