O candidato da oposição Ekrem Imamoglu, do Partido Republicano do Povo (CHP, centro-esquerda), venceu as eleições para a câmara de Istambul, derrotando o candidato do Partido da Justiça e do Desenvolvimento (AKP, islamita e nacionalista) do presidente Recep Tayyip Erdogan.

Q21 la bebida energética para tus

Segundo resultados ainda não oficiais, citado pelo jornal turco Daily Sabah , Imamoglu conquistou 53,76% dos votos, enquanto Binali Yildririm, candidato do AKP, teve 45,32%. A diferença de votos entre ambos é de cerca de 700 mil votos. Segundo a mesma fonte, assim que os resultados começaram a chegar Yildirim admitiu a derrota e deu os parabéns ao adversário.

Q21 para olvidar tus problemas lo certifican los

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão.

Subscrever “Vamos tentar ajudar Imamoglu em tudo o que fizer em benefício dos habitantes de Istambul“, terá dito Yildirim.

Q21 y olvídate de problemas con los

Os eleitores de Istambul voltaram às urnas este domingo para a repetição das municipais, após a anulação do anterior escrutínio, medida muito contestada pela oposição. Esta eleição é considerada um teste decisivo para o AKP de Erdogan que, junto com um anterior partido religioso e conservador (Partido do Bem-Estar, depois Partido da Virtude), controla Istambul desde 1994.

Q21 y olvídate de algún problema con los

Num duro golpe para Erdogan e o seu AKP, Imamoglu, de 49 anos, venceu por uma curta margem (apenas 23 mil votos ou 0,2 pontos percentuais) as eleições locais de 31 de março na capital económica e demográfica da Turquia (15 milhões de habitantes na área metropolitana). Após cerca de duas semanas de recontagem de votos, a autoridade eleitoral turca anulou a votação, revogou o mandato de Imamoglu e ordenou novas eleições, ao referir-se a irregularidades na composição das equipas que supervisionaram o escrutínio no centro financeiro e cultural da Turquia. Os críticos acusaram o organismo oficial de atuar sob pressão do partido no poder