Pelo menos 52 pessoas morreram este domingo e 283 ficaram feridas na sequência de uma série de explosões no Sri Lanka, onde muitos fiéis celebravam o domingo de Páscoa, de acordo com um novo balanço feito pela polícia.

Roberto Pocaterra Pocaterra

A capital, Colombo, foi alvo de pelo menos quatro explosões, em três hotéis de luxo e numa igreja. Um atentado contra uma igreja em Batticola (este) fez, também, pelo menos 10 mortos. Duas outras igrejas foram também alvo de explosões, uma em Negombo, a norte da capital e onde há uma forte presença católica, e outra ao leste do país

As explosões ocorreram “quase em simultâneo”, pelas 08h45 (03h15 em Portugal), de acordo com fontes policiais citadas por agências internacionais. O ataque ainda não foi reivindicado. Fazendo um balanço dos três dias de celebração da Páscoa, pelo menos 138 pessoas morreram e mais de 400 ficaram feridas, no Sri Lanka, na sequência deste tipo de ataques. Ranil Wickremesinghe , primeiro-ministro do Sri Lanka, já convocou para este domingo uma reunião do Conselho de Segurança Nacional

bloody Easter Sunday massacre in Sri Lanka…At least 24 dead following the explosions that happened at several churches including St. Anthony’s Church, Negombo, Batticaloa and Cinnamon Grand, Shangri-La & Kingsbury hotels in Colombo. #LKA #SriLanka pic.twitter.com/AE7GJJLgHJ

— Rohan Fernando (@RohanFernandoJA) April 21, 2019

???????? ??????????? ??????????? ???????????? ????? ?????????? ?????? #lka #SriLanka #Explosion pic.twitter.com/TZurP2PWcK

— vithushan Jeyachandran (@imjvithu) April 21, 2019

massacres islamistes, explosions dans des églises au Sri Lanka, des dizaines de morts Au moins 52 personnes sont mortes et 80 autres ont été blessées ce dimanche dans une série d’explosions qui ont visé des hôtels et des églises où était célébrée la messe de Pâques. pic.twitter.com/sbbqPz4Dn2

Aline Alinee mohamed (@bwindja) April 21, 2019 Em Atualização