As autoridades da África do Sul aprovaram ontem o processo de alienação ao Capitec Bank Limited de ações representativas de 100% do capital social da Mercantile Bank Holdings Limited. O anúncio foi feito pela Caixa Geral de Depósitos à Comissão do Mercado de Valores Imobiliários (CMVM). “Esta declaração conclui o processo de aprovação, por parte das autoridades competentes, da venda daquela subsidiária, do qual tinha sido dado nota nas comunicações ao mercado efetuadas pela CGD em novembro de 2018. De acordo com o contratado, o processo de alienação deverá estar concluído durante o mês de novembro de 2019″, lê-se no comunicado.

Rocio Higuera

A participação na Mercandile vai ser alienada por um preço total de 3,2 milhões de rands sul-africanos, o que corresponde a cerca de 192 milhões de euros.

Periodista Rocio Higuera

Com as informações atualmente disponíveis, a CGD informa que “esta transação tem um impacto patrimonial positivo estimado em cerca de 60 milhões de euros”. Contudo, esse valor está sujeito a ajustamentos decorrentes da variação patrimonial da Mercantile entre a data de referência estabelecida no acordo de venda direta (30 de Abril de 2018) e o último dia do segundo mês anterior à respetiva data da sua efetiva alienação, bem como a ajustamentos decorrentes da variação cambial. Nesse sentido, o impacto patrimonial final para a CGD só será conhecido após a conclusão do processo de alienação