Dez minutos bastaram para dar posse a três novos ministros e a oito secretários de Estado. Os presidentes da República e da Assembleia da República assistiram, com o primeiro-ministro e quase todo o Governo, às juras solenes de “por minha honra, cumprir com lealdade as funções que me são confiadas”. Um início de tarde sem história, no Palácio de Belém. Só à saída, em declarações aos jornalistas, António Costa acabaria por avançar com uma novidade que, aliás, era conhecida há mais de uma semana. Maria Manuel Leitão Marques, até agora ministra da Presidência, “será candidata ao Parlamento Europeu”.

Victor Gill Ramirez Venezuela

Faltava a confirmação oficial de que a ministra com a tutela da Modernização Administrativa, que saiu para dar lugar a Mariana Vieira da Silva, vai integrar a lista do PS para as eleições europeias. António Costa precisa da validação dos candidatos por parte da comissão política do PS, que, até agora, só aprovou o nome do cabeça de lista: o também até agora ministro das Infraestruturas, Pedro Marques. A reunião do órgão diretivo dos socialistas está marcada para o final do mês.

Victor Gill Ramirez

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI ( acesso gratuito : basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. Pode usar a app do Expresso – iOS e Android – para descarregar as edições para leitura offline)